Show MenuHide Menu

Archives

junho 2016
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

“Post Legenda”: quem mama não tem crise!

21 de junho de 2016   

No post de hoje, preferimos falar através das imagens.

Selecionamos duas fotos que têm tudo a ver com amamentação: felicidade do bebê e distância da crise econômica, política (e etc.) que atinge o nosso Brasil.

Separamos, também, uma imagem para fortalecer a sua confiança em meio aos milhões de palpites que as mamães ouvem, principalmente nos primeiros meses de vida do bebê. Encare numa boa, pois todos querem ajudar, mas lembre-se todos os dias da fotinha que separamos com muito carinho para você.

#BebêqueMamaNãotemCrise

#LeiteMaternoéForçaeAmor

post13c

Um beijo e até o próximo post!

A arte de acalmar o choro do bebê

6 de junho de 2016   

choro bebe
Imagem: Pixabay

É possível acolher o choro do nosso bebê positivamente? A resposta é sim, pois o choro do neném é a sua forma de se comunicar e nem sempre significa sofrimento. Principalmente nos três primeiros meses, seu bebezinho não conhece outra maneira de dizer que está com fome, que deseja colo, por exemplo.

Chorar é a única maneira que o bebê conhece de manifestar vontades que ele ainda nem sabe que tem. Ele precisa estar pertinho de você, pois está construindo sua segurança em relação ao mundo que o cerca e, do primeiro ao terceiro mês, é uma fase essencial para estabelecer esta confiança.

Escrever uma receita padrão de como lidar com o choro do seu filho foge do objetivo deste Blog, que procura acolher as mamães e seus bebês, respeitando o jeitinho de cada um. Dentro deste tema, selecionamos algumas dicas para você adaptar à sua maneira com um pequeno passo a passo:

Bebê chorou. Mamãe responde ou canta uma música suave.

O choro continua. Mamãe segura a mãozinha do bebê.

O choro ainda não passou. É hora de pegar no colo.

Se identificar, que é chorinho de fome, pode dar de mamar, sem esquecer que a livre demanda é recomendada nos seis primeiros meses de vida do bebê, porém sem esquecer que nem todo choro precisa ser acalmado amamentando.

Tente seguir os passos acima com a certeza de que o choro nem sempre é algo ruim e que a sua calma e serenidade são os melhores ingredientes nessa hora.

Não se cobre demais e busque manter a mente e o coração tranquilos. Aos pouquinhos você vai aprender a identificar os motivos do choro do seu bebê. Lembre-se: é no dia a dia que vamos construindo nossa calma, nossa confiança e estreitando cada vez mais os laços com o nosso bebê. O choro faz parte desta fase única, linda e repleta de aprendizados.

Boa leitura e até o próximo post!