Show MenuHide Menu

Archives

julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Convite: Festa em Homenagem às Mães que Amamentam, no Centro Clínico, dia 04/08/2016, às 14 horas!

15 de julho de 2016   

SEMANA ALEITAMENTO 2016

Hora da volta ao trabalho

4 de julho de 2016   

post 14 1

A licença maternidade acabou e agora? O que fazer para manter a amamentação? De que forma possa retirar o leite e deixar para o meu filho enquanto estou no trabalho? Estas são dúvidas que passam a angustiar as mães que estão voltando a trabalhar, além da ansiedade de ficarem separadas dos seus bebês depois de meses juntinhos.

As preocupações nesta hora são inevitáveis, mas, como diriam os mais velhos, tudo na vida tem uma solução. O primeiro passo é manter a calma e saber que é sim possível conciliar a amamentação com a volta ao trabalho.

Conte com as orientações do pediatra, que vai ensinar passo a passo como extrair o leite materno, armazená-lo adequadamente e como oferecer ao bebê. Compartilhe estas informações com a pessoas que ficará com o bebê enquanto você trabalha: avó, babá, profissionais da creche ou berçário. O apoio do marido e familiares para dividir as tarefas com você também ajuda muito, pois ficará mais tranquila, com mais tempo e segurança para cuidar da amamentação e retirada do leite.

Apoiar as mães que amamentam na volta ao trabalho vai além dos familiares e amigos, envolvendo, também, as empresas e instituições em que trabalham. Dar suporte para as mamães amamentarem seus filhos após o final da licença maternidade é bom para todos, pois soluciona a angústia delas, que atuarão sem ausências e com tranquilidade.

Oferecer uma estrutura e um suporte adequados para estas mulheres, tratando o tema da Amamentação com responsabilidade e sensibilidade deve fazer parte do planejamento das empresas.  Este é um compromisso não só com as funcionárias, mas com a comunidade como um todo.

Algumas empresas já saíram na frente e adotaram medidas para auxiliar as mamães como espaços destinados à amamentação, campanhas de orientação sobre o assunto, oferecimento de potes adequados para armazenamento do leite materno, entre outras.

Por falar nisso, vale detalhar um pouco mais sobre as Salas de Apoio à Amamentação, que são espaços dedicados para a mulher trabalhadora e/ou estudante que amamenta retirar e estocar seu leite, durante a jornada de trabalho, para dar ao seu filho em casa ou doar a um Banco de Leite Humano. Também pode ter por objetivo atender a mulher trabalhadora em dificuldade na amamentação e esvaziamento das mamas.

post_14a

Foto: G1

post14b

Foto: FioCruz

Estas Salas de Apoio à Amamentação geram benefícios para as mamães e para as empresas, como:

  • Diminui o absenteísmo (faltas);
  • Diminui o custo da empresa com serviço de saúde;
  • Aumenta a permanência da trabalhadora na empresa;
  • Aumenta a produtividade;
  • Torna a trabalhadora mais fiel ao trabalho;
  • Valoriza a mulher ao levar em conta as necessidades dela como mãe;
  • Empresa terá a certeza de que está dando uma parcela de contribuição à formação de uma sociedade mais avançada.

Onde procurar orientação sobre Amamentação e Volta ao Trabalho?

Em Peruíbe, as mamães contam com o Banco de Leite Humano do município, que fica na Casa da Mulher e da Criança. No Centro Clínico, há uma equipe especializada para tirar dúvidas sobre o tema. Entre em contato e saiba mais detalhes sobre a Clínica da Amamentação. Além disso, conte sempre com o apoio do pediatra da família!

Um beijo, uma ótima leitura e até o próximo post!