Show MenuHide Menu

Archives

setembro 2016
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Chupeta: compartilhando conteúdo valioso sobre o tema!

9 de setembro de 2016   

Hoje nosso post é o compartilhamento de alguns trechos de um artigo feito pela odontologista Andreia Stankiewicz e publicado no excelente Blog “Cientista que Virou Mãe”.  Confira informações valiosíssimas sobre o assunto.

Vamos dividir o tema em duas partes.  A seguir, a parte 1.

Parte 1

A CHUPETA: O que toda mãe (e pai) deveria saber antes de oferecer uma chupeta para o seu bebê” (Resumo) – Oferecer chupeta virou sinônimo de acalmar o bebê, deixando de lado as formas naturais e gentis de lidar com o choro e demandas do bebê. Além disso, a necessidade de sucção no peito passou a não ser plenamente suprida, muito menos as necessidades psico-afetivas do bebê, um ser humano complexo em formação. O motivo do choro fica sem resposta.

Interfere negativamente sobre a amamentação – Estudos mostram que crianças que desmamam precocemente usam chupeta com maior frequência do que aquelas que são amamentadas por um período maior. A sucção de um bico artificial leva à perda da tonicidade e alteração da postura muscular (dos lábios e língua, principalmente), fazendo com que o bebê não consiga manter corretamente a pega do peito.

 

Prejudica a correta maturação funcional do sistema estomatognático – Atrapalha na fala, mastigação, deglutição e respiração da criança. A mastigação perde sua característica normal, afetando diretamente as articulações têmporo-mandibulares e o desenvolvimento das estruturas envolvidas. Existe um consenso na literatura científica de que hábitos de sucção não-nutritivos são potencialmente nocivos para a saúde da criança e que, por isso, devem ser desestimulados ou removidos o mais cedo possível no intuito de minimizar os danos.

 

Altera a postura e tonicidade dos músculos da boca: o uso da chupeta causa alterações no lábio superior e no inferior, na pele do queixo, nas bochechas e na língua.

chupeta1

Causa deformações esqueléticas na boca e na face: Os ossos da face crescem de forma desarmônica. Os ossos nasais sofrem estreitamento e desvios (desvio de septo) prejudicando também as funções de deglutição, mastigação, fala e respiração e se tornando um obstáculo mecânico à cura de uma série de patologias (especialmente, as “ites” = rinite, sinusite, amigdalite, bronquite, otite, adenóides hipertróficas, etc…). A mandíbula mantém a posição do nascimento, isto é, o queixo não cresce, prejudicando a estética e a fisiologia.

chupeta2

Não existem no mercado bicos anatomicamente comparáveis ao bico do peito: Já foi demonstrado em estudo realizado com diferentes marcas comerciais disponíveis no mercado que bicos artificiais são significativamente menos elásticos do que o bico do peito, e que o seu comprimento pouco se altera dentro da cavidade bucal, de forma que é a boca que se molda a ele, e não o oposto como ocorre no caso do bico do peito.