Show MenuHide Menu

Archives

março 2017
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

O Outono chegou: hora de redobrar os cuidados com o narizinho do bebê

24 de março de 2017   

O outono chegou há poucos dias. O vento mudou, os finais de tarde, principalmente, já estão mais frescos. É hora de dar uma atenção especial ao nariz do seu bebê.

post-27-imagem

Medidas simples podem evitar complicações respiratórias como aplicar, duas vezes por dia (pela manhã ou à noite), soro fisiológico ou outro semelhante no nariz do bebê. Isso ajuda a hidratar o nariz e previne que ele fique congestionado.

Se o bebê estiver roncando ou com o nariz entupido, a aplicação deve ser de uma em uma hora ou a cada duas horas. Muitos problemas são evitados com esta medida simples e eficaz, pois o nariz é a porta de entrada para diversos problemas, como inflamação na garganta, por exemplo. Isso porque, com o narizinho entupido, o bebê respira pela boca, ressecando-a e favorecendo a entrada de bactérias.

Além disso, nariz bem cuidado evita que o catarro “desça” para o pulmão, provocando pneumonia ou agravando problemas respiratórios como rinite alérgica ou asma.

Consulte o pediatra e tire suas dúvidas, lembrando: a nova estação chegou, vale a pena dar uma atenção especial ao nariz do bebê!

“Post- legenda”

16 de março de 2017   

Escolhemos para o Post de hoje duas imagens relacionadas a um tema que abraçamos, apoiamos, promovemos e incentivamos: a Amamentação.

A primeira é sobre doação de leite materno, que pode ajudar muitas mães e seus bebês.

A segunda, vem com um pequeno texto que fala por si mesmo.

post_26a

post_26b

Compartilhando informações valiosas sobre Amamentação

3 de março de 2017   

Mais uma vez, escolhermos um texto do  Blog Pediatra Orienta, Coluna “Momento Saúde” para compartilhar com  vocês. Desta vez, o tema fala se o leite materno dá conta de fazer o seu bebê crescer e engordar. Confira:

 

Leite materno engorda e faz crescer, viu?

O leite materno (LM) é o único alimento necessário até os 6 meses, o principal entre 6 meses e 1 ano e, a partir daí, passa a ser complementar até 2 anos ou mais.

Bebês nascem, em média, com 3 kg e 50 cm e chegam ao final de um ano com 9 kg e 75 cm (gráfico da OMS). Nos primeiros 6 meses, em aleitamento materno exclusivo, eles ganham 4 kg e 15 cm e depois, de 6 meses a um ano, 2 kg e 10 cm. Ou seja, quando se introduz a alimentação complementar, eles passam a crescer MENOS e NÃO MAIS, como muita gente pensa.

Iniciar a alimentação complementar aos 6 meses diminui os riscos de obesidade infantil, alergias alimentares, prisão de ventre e desmame precoce para as crianças e de câncer de mama e ovários para as mães.

INTRODUÇÃO ALIMENTAR: O bebê está preparado para começar a se sentar, comer e digerir adequadamente os alimentos oferecidos só a partir do 6º mês. Não tenha pressa.

post24

Relator:
Departamento Científico de Aleitamento Materno

Publicado em 01/03/2017.
Photo credit: Frantisek_Krejci | Pixabay.com

Fonte: Blog Pediatra Orienta  http://www.pediatraorienta.org.br/momento-saude-aleitamento-materno-3/