Show MenuHide Menu

Amamentação e Sustentabilidade Caminham Juntas

22 de junho de 2018

Junho, mês em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, está chegando ao fim, mas nunca é tarde para se falar em Preservação Ambiental e Atitudes Sustentáveis. E, por incrível que pareça, a Amamentação está totalmente ligada a este tema.

amamentacao-e-sust-21-06-2018

Compartilhamos, a seguir,  uma traduzida resumida para o português de mensagem divulgada pelo WABA (World Alliance for Breastfeeding Action) sobre o assunto.

Sim à amamentação. Não à Poluição Plástica

Beat Plastic Pollution” (Vença a Poluição do Plástico), o tema do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2018 é um chamado à ação para todos nós nos unirmos para combater um dos maiores desafios ambientais do nosso tempo. O tema nos convida a considerar como podemos fazer mudanças em nossa vida cotidiana para reduzir o pesado fardo da poluição plástica em nossos lugares naturais, vida selvagem e nossa própria saúde.

amamentação é um excelente exemplo das conexões profundas entre a saúde humana e os ecossistemas da natureza. O leite materno é um alimento natural e renovável que é ambientalmente seguro e verde. Em contraste, a alimentação artificial deixa uma pegada ambiental importante que contribui para um esgotamento dos recursos naturais, degradação ambiental e mudança climática de várias maneiras. A produção de leite e a produção, empacotamento, armazenamento, distribuição e preparação de fórmulas infantis causam a emissão de gases de efeito estufa e a escassez de água, o que agrava ainda mais a mudança climática. Enquanto isso, a amamentação produz zero desperdício em comparação com a alimentação artificial, já que não há desperdício de embalagens, mamadeiras de plástico ou garrafas plásticas de água. As mamadeiras e intermediários de plástico demoram muito tempo a decompor-se quando descartados e contribuem diretamente para a poluição por plásticos em todo o mundo.

Assim, a amamentação é uma decisão inteligente em relação ao clima que ajuda a garantir a segurança alimentar mesmo em tempos de crise. Proteger, promover e apoiar a amamentação como um recurso natural sustentável é crucial para a saúde do nosso planeta e do seu povo. O aleitamento materno – que vem pronto, pronto para alimentar e não requer embalagem – é uma enorme economia em termos de marcas de carbono e derrota a poluição do plástico na origem. Também impacta positivamente na sobrevivência materna e infantil, saúde, bem-estar e meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *