Show MenuHide Menu

O frio chegou: vamos preparar o ambiente para o bebê curtir a estação com muita saúde?

16 de maio de 2016

Mudanças bruscas de temperatura. Surto da Gripe H1N1. Aumento das doenças respiratórias. Estas são as notícias que mais temos visto e lido nos meios de comunicação e, com elas, tememos pela saúde dos nossos bebês. O primeiro passo: manter a serenidade e tomar medidas bem simples para preservá-los.

post  10 imagem
Foto: Pixabay

Preparamos algumas dicas que podem ajudar e muito a enfrentar o frio com saúde:

Preparando o ambiente

  • A limpeza do quarto e móveis do bebê deve ser feita apenas com pano úmido e álcool. Evite desinfetantes, limpadores multiuso, cândida e outros produtos com cheiros fortes.
  • Sempre que possível, deixe as janelas e portas dos armários abertas para arejar em dias de sol.
  • Tire tapetes, cortinas, bichos de pelúcia, cobertores de pelo. Mesmo aqueles com etiqueta de antialérgicos não são recomendados. Os pelos irritam o nariz e dificultam a respiração.
  • Prefira edredons de algodão ou malha, assim como bichinhos feitos também de algodão e fáceis de lavar.

O que a pele do bebê realmente precisa?

  • Temos uma variada incrível de “cosméticos” para bebês, mas, na verdade, eles não precisam de nada disso. Perfumes, sabonetes com fragrâncias variadas, talcos em pó ou líquido não são amigos da pele nem da parte respiratória do seu filho.
  • Escolha sabonetes puros de glicerina e espere um pouco mais, pois terá o tempo certo para usar aquele perfuminho, colônia ou hidratante (neste último, há casos muito específicos e só devem ser usados mediante recomendação do pediatra).

Escolha e lavagem das roupinhas

  • Os dias frios são tentadores para vestirmos os bebês com lãs, plush, linhas variadas, coletinhos de pele, porém existem diversas opções em algodão, malha e moletom que são tão lindos quanto e muito mais saudáveis. Nesta hora, o que deve pesar na escolha dos “modelitos” são a saúde e o conforto do seu filho.
  • Na hora de lavar as roupinhas, as prateleiras dos mercados estão repletas de opções com fragrâncias de todos os tipos. Drible os apelos das marcas e vá no mais simples: sabão de côco em barra ou líquido. Eles são mais suaves para a pele e não atrapalham a parte respiratória do bebê.

Narizinho merece atenção especial

  • As estações mais frias combinam com cuidados especiais para o bebê respirar bem. Para isso, pingue, duas vezes por dia, Rinosoro, Sorine, Maresis, entre outros, ou soro fisiológico no narizinho como prevenção.
  • Quando o nariz estiver congestionado, o uso pode ser até de uma em uma hora. Inalações com soro fisiológico também ajudam muito nesta hora e, se possível, um inalador é um ótimo investimento. Vale a pena pedir orientação do pediatra.
  • Xaropes e outros tipos de medicação só devem ser dados para o bebê com indicação médica. Por mais informações que você leia na internet ou receba de familiares e amigos, use sempre o bom senso para remédios e procure o médico de confiança.

Todas estas dicas e medidas vêm acompanhada de praticidade, economia e o que há de melhor para a saúde do seu bebê. Não caia nas armadilhas do marketing,  aqui vale o conceito do “menos é mais”. Bom inverno, com muita saúde para você e seu bebê!

4 Comments
8 de janeiro de 2017 at 11:15

muito bom seu artigo

    9 de janeiro de 2017 at 15:05

    Paulo, obrigada pela participação. Logo teremos novos posts.

13 de janeiro de 2017 at 11:42

Olá! Gostei de tudo que vi aqui! Você ganhou mais um seguidor!

    8 de fevereiro de 2017 at 08:51

    Olá Maria Luiza, ficamos felizes que gostou! Continue nos acompanhando! Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *